Dicas - Plantar em Casa

Pó de Rocha como Adubo, o que é e como usar

Pó de Rocha o que é

O uso do Pó de Rocha é uma técnica de adubação conhecida há bastante tempo. Inclusive, existem relatos sobre essa técnica em meados de 1800 onde Julius Hensel escreveu em seu livro “Paes e Pedra” a importância do uso de rocha e da remineralização para elevar a qualidade do solo e da produção.

Mas, o que seria exatamente o pó de rocha? Quais seus benefícios e como usá-lo na adubação do solo? Afinal, que tipos de rocha podem ser aplicadas no solo para adubação?

É exatamente sobre isto que trataremos ao longo desse artigo. Por isso, acompanhe esse conteúdo e conheça mais sobre o pó de rocha e seu uso na agricultura. Confira!

Como funciona a adubação com a Rocha

O pó de rocha na agricultura nada mais é do que um insumo agrícola feito a partir de minerais. Estes minerais, são liberados naturalmente pela rocha através do processo de intemperismo. Acontece que se leva muito tempo até que todo o nutriente da rocha esteja disponível para a plantação.

Então, para agilizar esse processo, as rochas são trituradas e, com isso, aplicadas na técnica de remineralização do solo.

Mas, vale lembrar que não é qualquer tipo de rocha que pode ser utilizado na rochagem. Apenas as rochas que atendem a alguns critérios mínimos de eficiência agrícola é que são aplicadas nessa técnica de adubação, pois muitas rochas ou não possuem uma boa variedade de nutrientes ou algumas vezes podem conter elementos tóxicos como o alumínio.

Vale lembrar que é necessário que as rochas estejam com a granulometria correta, ou seja, com uma textura bem fina quase como um talco.

A rocha micaxisto, por exemplo, é um tipo bastante utilizado na confecção deste insumo por ser uma das opções mais saudáveis para revitalizar e elevar a qualidade das plantas, pois esta rocha possui mais de 69 tipos de minerais e tem uma boa quantidade de elementos importantes, como Potássio (K), Cálcio (Ca), Magnésio (Mg) e Fósforo (P) em equilíbrio.  Além de conter uma grande quantidade de Silício (Si), que dá as plantas uma maior resistência a pragas e também as mudanças climáticas.

Conheça o Pó de Rocha de Micaxisto - Rochamax

Importância do Pó de Rocha na agricultura

O uso do pó de rocha na agricultura é importante por diversos motivos. Além de ajudar a repor os nutrientes do solo que são extraídos pelas plantas, este insumo também:

  • Eleva a qualidade química e física do solo;
  • Reduz a perda de nutrientes do solo;
  • É fonte importante de micronutrientes;
  • Aumenta o pH, assim como CTC do solo;
  • Disponibiliza nutrientes de forma contínua para as plantas;
  • Diminui custos na produção;
  • Estimula a atividade biológica das raízes, bem como do solo, elevando suas defesas naturais contra pragas e doenças;
  • No caso do Micaxisto, ajuda a manter a umidade do solo.

Ou seja, incluir o pó de rocha na agricultura, especialmente no manejo de nutrição do solo é fundamental. Principalmente porque este insumo fornecer os nutrientes de que o solo precisa e na quantidade certa para que as plantas se desenvolvam com qualidade e da maneira certa.

Inclusive, em razão de sua importância para a agricultura, o pó de rocha foi reconhecido pelo Ministério da Agricultura como fertilizante por meio da Lei 12890 de 2013.

Rochagem x Fertilizantes convencionais

Afinal, existe diferença entre insumo pó de rocha e os fertilizantes convencionais? Basicamente esta é uma dúvida que muitas pessoas que lidam com agricultura possuem.

Na verdade, alguns fertilizantes convencionais até utilizam rochas em sua composição. Contudo existe uma diferença destes para o pó de rocha propriamente dito.

Isso porque, nos fertilizantes convencionais, é feito um tratamento com o uso de compostos químicos sobre a matéria-prima. O objetivo desse tratamento é basicamente elevar a solubilidade e concentração dos nutrientes.

Com a adição dessas substancias químicas, os fertilizantes convencionais muitas vezes acabam gerando problemas no solo, como:

  • Alta taxa de Lixiviação;
  • Compactação do solo
  • Acidificação;
  • Salinidade;
  • Redução da taxa de retenção de água;
  • Danos a microbiota entre outros.

Portanto, por mais que pareçam uma boa opção a princípio, o uso desses fertilizantes muitas vezes traz mais prejuízos que benefícios ao agricultor. Tanto que o uso do pó de rocha na agricultura vem sendo amplamente usado por se mostrar uma excelente alternativa na hora de elevar a qualidade do solo e das plantações.

Como usar o Pó de Rocha

Uma dúvida muito comum é sobre como aplicar o pó de rocha.

Antes de mais nada é necessário termos em conta que os minerais contidos no Pó de Rocha só serão disponibilizado para as plantas em combinação a ação dos microrganismos e um solo com uma quantidade ideal de matéria orgânica. Por isso, recomendamos sempre ao aplicar o produto no solo, o faça em combinação a algum tipo de matéria orgânica, como Húmus, Compostos Orgânicos, Cama Morta de Folhas ou Adubo Bokashi. Dê sempre preferência a aplicação em épocas mais úmidas do ano.

Aplicação do Pó de Rocha de Micaxisto

Aplicação do Pó de Rocha de Micaxisto – Rochamax, junto com composto orgânico em uma abacateiro.

Basicamente, seu uso no plantio é bem simples. Para isso, basta seguir os passos abaixo:

  1. Primeiramente você deve abrir o berço para receber a muda;
  2. Em seguida adicione matéria orgânica;
  3. Depois coloque o pó de rocha (veja abaixo as quantidades sugeridas para o Micaxisto);
  4. Misture os componentes;
  5. Adicione a muda que deseja plantar e pronto!

Após 6 meses é preciso aplicar novamente o pó de rocha, sobre o próprio solo. À medida que for molhando a muda, o solo vai absorvendo os nutrientes do pó. Em plantas que já estão em desenvolvimento, a aplicação do pó de rocha também pode ser feito.

No geral, o período ideal para aplicação deste insumo nas plantações é em época chuvosa. Isso porque terrenos úmidos são melhores para se trabalhar com componentes a base de rocha. Agora, se você possuir sistema de irrigação ou tiver disponibilidade para estar sempre irrigando suas plantas, então pode aplicar o pó de rocha em qualquer período do ano.

Aplicando o Micaxisto – Rochamax

Para o Pó de Rocha, Micaxisto que temos em nosso site, as sugestões de uso que podem ser aplicados a outras rochas similares são:

Hortas e canteiros:

Aplicar de 300 gramas por metro quadrado.

Pomares, árvores em geral e videiras:

Aplicar de 500 gramas a 3 quilos dependendo do porte para cada árvore.

Transplantes e novas covas/berços de plantio:

No campo, novas covas/berços, misturar ao substrato 1 quilo para um espaço médio de 80 cm.

Pomar em vasos e afins:

Em vasos para plantio, replante e transplante, tomando como referência um vaso de 60 litros, misturar ao substrato 1 quilo do produto no plantio de uma nova árvore frutífera.
Para manutenção ou aplicação em vasos que necessitam de adubação, com a referência de 60 litros, aplicar 500 gramas de pó de rocha semestralmente.

Vasos:

Para manutenção colocar uma colher de chá por vaso médio e para plantio usar 1 colher de sopa para cada litro de substrato.

O uso de pó de rocha na agricultura é sem dúvida o caminho para quem deseja produzir mais e melhor.

Ficou com alguma dúvida? Comente abaixo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.